brand menu

Notícias

Conversamos com Cristiano Trad e Nathália Marçal vencedores da última edição!

Original

Batemos um papo com Cristiano Trad e Nathália Marçal, um dos vencedores da última edição do Festival, que faturou o Prêmio de Melhor videoclipe para a música Quase Desatento, de Fernanda Takai . Confira só!

 

O quê vocês estão fazendo no momento?

Temos uma produtora - a Árvore Filmes, no Rio de Janeiro - e estamos produzindo bastante. Estávamos gravando o longa Sacco e Vanzetti - O Julgamento do Século e o curta metragem João e Maria - In Vitro, que devem participar de festivais de cinema. Também acabamos de gravar um DVD de um show ao vivo para uma dupla sertaneja em Belo Horizonte, em fase de edição. No início de 2016, vamos estrear a primeira série de TV da Árvore Filmes, intitulada Papel Manteiga. E o Festival de Clipes e Bandas também está em nossos planos, é claro! Pretendemos gravar um ou dois clipes para os novos concursos, até o fim deste ano.

E como foi vencer o Festival? 

Foi muito emocionante, principalmente pelo fato de termos nos dedicado tanto ao clipe que fizemos para a Fernanda Takai.

Vencer todos os prêmios que estávamos disputando foi uma surpresa, um grande orgulho para nós!

 

Que retorno vocês tiveram da Fernanda Takai? Ainda mantêm contato com ela?

Tivemos um ótimo retorno da Takai, principalmente porque nos dedicamos a encontrá-la e a conhecê-la pessoalmente, um dia antes da premiação no MIS (Museu da Imagem e do Som).  Ainda temos um contato próximo com ela e com seu assessor de redes sociais, que nos ajudam muito na divulgação do clipe. Ele foi oficializado e faz parte da videografia oficial dela, no site fernandatakai.com.br/videos.

 

O que mudou de lá pra cá?

Sem dúvida ganhamos credibilidade no meio audiovisual da música e acreditamos que alguns trabalhos realizados em 2015 foram consequência direta da premiação.

 

Com qual artista ou banda vocês sonham em fazer um videoclipe?

Gostaríamos muito de ter a oportunidade de trabalhar com Caetano Veloso, Criolo e Marisa Monte. 

 

Para vocês, qual foi o diferencial para vencerem o Festival? 

Com certeza, foi o estudo de concepção do videoclipe em relação à música, à qualidade técnica e à autenticidade do produto. Isso sem falar do amor e carinho que tivemos na produção do clipe.

 

Que dica vocês dariam para os novos participantes?

Em primeiro lugar, que escolham a música com que mais se identifiquem. Segundo, que busquem inovar, seja na linguagem, no formato ou na concepção. E o mais importante é que façam o seu melhor, pois estamos de volta e com muita vontade de vencer!

 

Quer ser também o próximo vencedor? Envie já seu video ou música e concorra a prêmios em dinheiro e a chance de abrir o show do seu artista favorito! Inscreva-se já!